Av. Nova Cantareira 2014 sala 123
11 2996-3966

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

1. Defina as palavras-chave

As palavras-chave são o coração da estratégia de SEO. São elas que mostraram aos buscadores quais as páginas mais relevantes para sua busca.

Use ferramentas para escolher uma ou duas principais palavras e trabalhe com sinônimos no texto para que não fiquem repetitivas.

Dê preferência a palavras de cauda longa, as palavras ou pequenas frases específicas, que têm concorrência menor e atraem um público mais qualificado.

Em vez de “Comida japonesa”, por exemplo, use “restaurante de comida japonesa em são paulo”.

2. Escreva títulos otimizados

Os títulos serão a title tag de seu site, que são os textos que aparecem como link nos resultados de busca e também as headlines (as tags h1, h2 e assim por diante).

Estas são as meta tags mais importantes em seu HTML em termos de otimização, pois são prioritárias para os buscadores. Por esse motivo, os títulos precisam conter palavras-chave e ser atraentes para os usuários.

Ao mesmo tempo em que ajudarão no ranqueamento, eles devem chamar a atenção dos leitores para que, acessem a página.

3. Crie conteúdo original

Um conteúdo original deve ser relevante e atualizado, essa é a melhor estratégia para um bom posicionamento nos sites de busca.

Se quiser reproduzir materiais de outras fontes, procure fazê-lo ocasionalmente, para não ser penalizado pelo Google.

Para os casos de conteúdo duplicado, existem alguns cuidados, como o uso da canonical tag, uma tag que informa ao Google qual é o conteúdo original, evitando a penalização.

A canonical tag deve ficar na sessão do HTML, com o link do site onde o material foi postado originalmente .

4. Fique atento à escaneabilidade e à usabilidade

Toda página deve ser fácil de visualizar e de usar. Para melhorar a escaneabilidade, use parágrafos, títulos e sub-títulos, além do negrito ou itálico quando considerar que facilitarão a leitura.

Use também imagens para tornar o texto mais atraente. Para melhorar a usabilidade, são necessários ajustes técnicos, como aumentar a velocidade de carregamento das páginas, garantir que seus menus e links sejam fáceis de entender e usar e que a navegação seja intuitiva.

5. Otimize URL e meta tags

No caso da description, que aparece abaixo do link nas buscas, e da alt text, que descreve as imagens no site para que possam ser lidas pelo Google.

Essas duas decrições precisam ter palavras-chave estratégicas, de forma natural. A paralavra-chave deve aparecer na URL também. Ela deve ser curta, fácil de memorizar, isso é essêncial.

6. Use links internos e externos

Os links internos (links no conteúdo que possibilita que o usuário acesse outra página do seu site) aumentam a permanência dos usuários em seu site.

Já links externos (links de outros sites no conteúdo) que a aumentam o valor do site para o Google.

Quanto maior a qualidade das páginas para as quais seu site aponta, melhor ele será visto pelo buscador. Ambos devem estar presentes sempre que necessário.

Deixe um comentário