DKMA

Category: SEO - Otimização de Sites

classificação no google dkma tecnologia
Noticias SEO - Otimização de Sites

Classificação no Google?

Qual tempo para definir sua classificação.

classificação no Google
classificação no Google

A resposta curta é de 6 a 12 meses. A resposta longa é que depende. O algoritmo é atualizado 9x por dia, tornando difícil, mas não impossível se classificar no google.

No início dos anos 2000, era bastante fácil conseguir uma classificação no google. Se você adicionasse suas principais palavras-chave no título, na URL e um bom conteúdo você chegava ao top 10 dos resultados da pesquisa em algumas semanas ou até dias. Não para as principais palavras-chaves, mas definitivamente para as palavras menos competitivos sim.

A competição foi menos intensa e os algoritmos dos mecanismos de pesquisa se basearam apenas em palavras-chave e links de 50 a 50 para classificar uma página da web. Isso significa que, se você adicionou muitas palavras-chave relevantes à sua página da web e criou alguns links, teve 100% de chance de ser classificado no Google rapidamente.

O que funcionou?

Gerando links, preenchimento de palavras-chave e links de rodapé funcionaram por muito tempo, o SEO era praticamente fácil naqueles dias. Até três ou quatro anos atrás, era muito mais fácil – você acabou de criar links a partir de páginas de relações públicas altas e seu site foi levado ao topo.

Antes de dois anos e meio atrás, você poderia começar a ver resultados em seis meses. Você ainda pode, até certo ponto, mas hoje em dia realmente leva mais de um ano, a menos que você tenha consultas de marca nas quais muitas pessoas digitam seu nome de domínio e você tenha uma alta taxa de cliques e métricas incríveis de usuário.

Hoje, o Google atualiza seu algoritmo com frequência: em 2018, fez 3.234 alterações – uma média de 8,9 por dia. A cada aprimoramento, o algoritmo se torna mais sofisticado, o que significa que é muito mais difícil classificar no Google, independentemente de você ter um domínio antigo ou novo.

As variáveis ​​que entram em jogo

A maioria dos profissionais de marketing está ciente de que existem mais de 200 fatores de classificação que entram em jogo, mas os mais importantes que influenciam diretamente a classificação de um site são explicados abaixo. Esses fatores têm um papel importante na classificação de um site e decidem quais sites são movidos para o topo mais rapidamente e permanecem no topo por mais tempo.

Métricas do usuário

Se você tiver consultas de marcas altas e métricas incríveis de usuários, em muitos casos, já vejo sites classificados em alguns meses. Mas se você não tiver isso, na maioria dos casos, precisará esperar mais um ano. Estou falando de um domínio em geral, de todos os domínios.
As métricas do usuário decidem se as pessoas que visitam seu site gostam ou não, para simplificar.

Mergulhe mais fundo:

Uma exibição de página é contada como uma visita a uma página da Web em um site. Se algum visitante chegar à página A do seu site e depois deixá-lo para visitar a página B, as páginas A e B terão uma visualização de página cada. No entanto, se o visitante sair da página B para retornar à página A, a página A agora terá duas visualizações de página :

Um número maior de visualizações de página indica a importância de uma página da web. Isso significa que as pessoas estão visitando a página várias vezes, procurando algumas informações que considerem úteis. Para uma página ter uma classificação mais alta no Google, ela deve ter um número alto de visualizações de página (provavelmente mais altas que seus concorrentes mais próximos).

Tráfego total

A métrica total de tráfego é o número total de visitantes do seu site. Pode vir de qualquer canal, como orgânico, social, direto ou referência. Um site que gera um número total de tráfego de 25.000 visitantes por mês é considerado mais valioso pelos mecanismos de pesquisa em comparação com um site que gera um total de 2.000 visitantes por mês:

Classificação no Google
Classificação no Google

Para conhecer um pouco mais sobre SEO acesse nossa página. Clique aqui

Conteúdo com processo de linguagem natural
SEO - Otimização de Sites

Conteúdo com processo de linguagem natural

Conteúdo com processo de linguagem natural

Conteúdo com processo de linguagem natural

Quando o assunto é conteúdo, é muito importante prestar atenção no que faz. A técnica SEO gerou uma infinidade de textos robóticos, feitos para serem bem ranqueados nos mecanismos de busca, mas que acabam oferecendo uma má experiência de leitura para o internauta.

Então, Processo de Linguagem Natural, é uma tendência de redação web, algo que pareça uma conversa com o leitor, como se fosse a diferença entre ler o cardápio e perguntar diretamente ao garçom.

Também é ótimo oferecer micro interações ao usuário, como perguntas ou quiz, para conhecer melhor o seu público alvo.

Dessa forma, você poderá direcionar conteúdo personalizado. Mas, lembrando sempre que para obter sucesso é necessário que tudo seja o mais natural possível.

Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Tendências do SEO para 2019

Tendências do SEO para 2019

Tendências do SEO para 2019

Com o passar dos anos o Google vem se aperfeiçoando e respondendo mais buscas diretamente nos resultados, ajudando os usuários a descobrirem o que buscavam direto pela página do Google, sem ter que clicar nos sites que geraram essa resposta.

Com isso, a quantidade de cliques para os sites responsáveis pela resposta reduz. Como o Google é o site de busca mais visitado, os donos de sites se tornaram totalmente dependentes da empresa.

O futuro do SEO, segundo ele, é o Google ser cada vez mais prático em tentar ajudar os usuários. Mas não necessariamente ajudar nós, os donos dos sites.

O Google quer que se alguém buscar algo pelo smartphone, encontre a resposta ali mesmo. Ou seja, mais da metade das pessoas que buscam algo no Google hoje, no celular, não precisam clicar em nenhum resultado para ter o que queriam.

Essa mudança esta acontecendo mais nas buscas mais populares, ainda não se aplicando nas buscas de caudas longas. Uma dica para saber se vale a pena rankear é: Antes de criar um novo conteúdo, verifique a taxa de cliques para a palavra-chave foco.

 

respostas diretas
Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Para algumas procuras a Google vai mostrar apenas respostas diretas

respostas diretas

Em algumas pesquisas a Google vai mostrar apenas respostas diretas

Quem tem o costume de usar a ferramenta já deve ter percebido que para certas perguntas feitas na plataforma são respondidas no formato de cartões de maneira direta que aparecem primeiro ao usuário.

Isso tem acontecido quando buscamos coisas com respostas bem objetivas, como o clima ou a hora em algum lugar, por exemplo.

Apesar da ferramenta estar mostrando esses resultados diretos primeiro, logo em sequência aparece os outros links com o conteúdo que foi buscado. Mas, a novidade agora é que o site de busca, em casos específicos, vai mostrar apenas a resposta direta, sem outros resultados.

Caso a resposta direta não seja suficiente para o usuário, a plataforma irá disponibilizar um botão “Show all results”, onde poderá visualizar outros resultados que sua busca pode gerar.

Segundo a própria Google, “para consultas em que há uma confiança extremamente alta de que um usuário está buscando um cálculo, conversão de unidade ou hora local, será mostrado um único resultado para melhorar o tempo de carregamento no celular”.

como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google
Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

1. Defina as palavras-chave

As palavras-chave são o coração da estratégia de SEO. São elas que mostraram aos buscadores quais as páginas mais relevantes para sua busca.

Use ferramentas para escolher uma ou duas principais palavras e trabalhe com sinônimos no texto para que não fiquem repetitivas.

Dê preferência a palavras de cauda longa, as palavras ou pequenas frases específicas, que têm concorrência menor e atraem um público mais qualificado.

Em vez de “Comida japonesa”, por exemplo, use “restaurante de comida japonesa em são paulo”.

2. Escreva títulos otimizados

Os títulos serão a title tag de seu site, que são os textos que aparecem como link nos resultados de busca e também as headlines (as tags h1, h2 e assim por diante).

Estas são as meta tags mais importantes em seu HTML em termos de otimização, pois são prioritárias para os buscadores. Por esse motivo, os títulos precisam conter palavras-chave e ser atraentes para os usuários.

Ao mesmo tempo em que ajudarão no ranqueamento, eles devem chamar a atenção dos leitores para que, acessem a página.

3. Crie conteúdo original

Um conteúdo original deve ser relevante e atualizado, essa é a melhor estratégia para um bom posicionamento nos sites de busca.

Se quiser reproduzir materiais de outras fontes, procure fazê-lo ocasionalmente, para não ser penalizado pelo Google.

Para os casos de conteúdo duplicado, existem alguns cuidados, como o uso da canonical tag, uma tag que informa ao Google qual é o conteúdo original, evitando a penalização.

A canonical tag deve ficar na sessão do HTML, com o link do site onde o material foi postado originalmente .

4. Fique atento à escaneabilidade e à usabilidade

Toda página deve ser fácil de visualizar e de usar. Para melhorar a escaneabilidade, use parágrafos, títulos e sub-títulos, além do negrito ou itálico quando considerar que facilitarão a leitura.

Use também imagens para tornar o texto mais atraente. Para melhorar a usabilidade, são necessários ajustes técnicos, como aumentar a velocidade de carregamento das páginas, garantir que seus menus e links sejam fáceis de entender e usar e que a navegação seja intuitiva.

5. Otimize URL e meta tags

No caso da description, que aparece abaixo do link nas buscas, e da alt text, que descreve as imagens no site para que possam ser lidas pelo Google.

Essas duas decrições precisam ter palavras-chave estratégicas, de forma natural. A paralavra-chave deve aparecer na URL também. Ela deve ser curta, fácil de memorizar, isso é essêncial.

6. Use links internos e externos

Os links internos (links no conteúdo que possibilita que o usuário acesse outra página do seu site) aumentam a permanência dos usuários em seu site.

Já links externos (links de outros sites no conteúdo) que a aumentam o valor do site para o Google.

Quanto maior a qualidade das páginas para as quais seu site aponta, melhor ele será visto pelo buscador. Ambos devem estar presentes sempre que necessário.

conteúdo de qualidade
Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Conteúdos mais relevantes, em menor quantidade

conteúdo de qualidade

Conteúdos de qualidade

Muitas empresas já reconhecem a importância do marketing de conteúdo e é perceptível o retorno que ele trás. Mas, cada vez mais empresas investem nisso, aumentando a concorrência e deixando ainda mais difícil se destacar.

Para a especialista em conteúdo, Ann Handley, uma das maneiras é criar conteúdo em menor quantidade, porém mais eficiente!

De forma resumida, os produtores de conteúdo precisam ser mais estratégicos sobre que tipo de conteúdo publicar, observando sempre o tipo de conteúdo que traz mais resultado e que esteja alinhado com a jornada de compra.

“Comece focando em como você pode ser importante para as pessoas que está tentando atingir. Empresas têm essa ideia de que precisam fazer tudo, apelar para todos, mas não precisamos. É muito mais efetivo se focarmos em quem interessa.” (Ann Handley)

 

seo busca por voz
Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Tendência de SEO – Busca por Voz

Uma tendência que promete vir com peso, quando o assunto é SEO, é a busca por voz.

Cada vez mais as buscas por voz vem aumentando, e muitos profissionais acham que no assunto SEO, nada irá mudar. Mas, estão errados! Afinal, quando o buscador é ativado por uma busca por voz você recebe a resposta também por voz!

Investir no Featured Snippets é a solução, o buscador irá ler o conteúdo apresentado no Featured Snippets. Mas, não para por ai. Com as buscas por voz a probabilidade de aumentar as buscas por palavras-chave mais específicas é grande.

Com essas buscas o usuário será mais específico no que quer saber, como por exemplo, e uma busca sobre SEO, as pessoas geralmente escreveriam apenas a palavra, mas com a voz ela provavelmente diria algo como, dicas de SEO ou o que é SEO.

Quando digitamos sempre queremos usar o mínimo de palavras. Mas, quando falamos não nos importamos com isso!

 

1708_L
SEO - Otimização de Sites

ROI do SEO

Retorno do investimento

A Econsultancy/Adestra divulgou dados que mostram o SEO como líder absoluto quando o assunto é retorno sobre investimento.

Na pesquisa 32% dos profissionais elegem o ROI do SEO como excelente! Ficando na frente do E-mail Marketing com 22%, Link patrocinado com 19% e conteúdo com 17%. E apenas 4% de rejeição.

 

what-is-customer-experience
Criação de Sites E-commerce Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

O que é Costumer Experience (Experiência de Compra)?

Se perguntarmos a última vez que você teve uma ótima experiência como cliente, provavelmente não levaria muito tempo para você contar a história de como ela causou uma boa impressão e deixou você feliz e satisfeito.
E o mesmo vale para uma má experiência do cliente também – você provavelmente poderia pensar na história e na razão em segundos e em como se sentiu depois. Você provavelmente ficou raivoso, chateado, irritado, frustrado ou qualquer combinação dessas emoções negativas.

Uma experiência positiva do cliente não resulta apenas em deixar seu cliente feliz, mas também pode gerar receita adicional. A melhor coisa que uma verba de marketing pode comprar  é um cliente que promove seu negócio, pois ele encaminhará seus amigos e familiares para você gratuitamente.
A maneira como você pensa sobre a experiência do cliente provavelmente teve um profundo impacto em como você olha para o seu negócio como um todo. Esta é apenas uma das razões pelas quais criar e ficar obcecado com uma ótima experiência do cliente é tão importante. E se a experiência do cliente que você criou não for ótima, como melhorá-la e por onde começar?

O que é experiência do cliente?

A melhor maneira de definir a experiência do cliente é a impressão que você deixa com seu cliente, resultando em como ele pensa em sua marca, em todas as etapas da jornada do cliente. Vários pontos de contato influenciam a experiência do cliente e esses pontos de contato ocorrem em uma base interfuncional.
Os dois principais pontos de contato que criam a experiência do cliente são pessoas e produto. Você está impressionado com o desempenho do produto? Você está satisfeito a simplicidade do site em que você está comprando seus produtos e como não houve problemas durante a jornada? Estes são alguns exemplos gerais de quais fatores estão em jogo ao criar uma ótima experiência do cliente.

Como melhorar a experiência do cliente

Há uma variedade de pontos de contato na experiência do cliente, portanto, a primeira ação necessária para melhorar a experiência do cliente é identificar com qual ponto de contato iniciar. Isso varia de acordo com a indústria e os negócios, e esta postagem do blog detalha como identificar e melhorar esses pontos de contato importantes para fazer uma diferença significativa.
Para empresas com equipes de atendimento ao cliente que recebem chamadas, pense em reduzir o tempo de espera do cliente ou a cota do agente de serviço para garantir que suas equipes de atendimento tenham os recursos de que precisam para fornecer uma experiência de alta qualidade.
Certamente esse é um ponto a se levar muito a sério em sua empresa. Ela está pronta para dar a seus clientes uma boa experiência no mercado virtual?

growth-hacking
Curiosidades Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Você sabe o que é growth hacking?

Segundo um de seus idealizadores, Sean Ellis, “Growth Hacking é marketing orientado a experimentos.” Seu objetivo é encontrar oportunidades (hacks) para o sucesso e criar estratégias específicas visando resultados rápidos para o crescimento (growth) da empresa.

Traduzindo para o bom português, o termo Growth Hacking quer dizer: Crescer (Growth) a partir de brechas (Hacking)

A aplicação do growth hacking passa pela geração e seleção de ideias, modelos de experimentação e a realização de diversos experimentos que, após testados, serão analisados e aplicados na empresa. O foco na análise é imprescindível, já que é a partir dela que podem surgir diversas outras ideias de ações de growth hacking.
Devemos deixar claro que a técnica não é uma espécie de mágica, nem tenta ser vendida como tal, mas sim  uma das forma científica de abordar o Marketing e o crescimento empresarial.
Quer saber mais sobre como o marketing digital pode ajudar sua empresa? Fale conosco!