Av. Nova Cantareira 2014 sala 123
11 2996-3966

6 maneiras de para você se destacar no e-commerce

Os startups de e-commerce podem encontrar-se em uma posição bastante interessante. Por um lado, eles podem implementar estratégias pioneiras. Por outro lado, eles também precisam aprimorar suas infraestruturas com essas novas tecnologias.
 
Aqui estão seis maneiras pelas quais as startups podem fazer suas lojas se destacarem.
 

  1. Automação de marketing

Mesmo com um bom catálogo de produtos, as empresas de comércio eletrônico não podem simplesmente esperar que os clientes apenas apareçam e comprem. Os esforços bem sucedidos de comércio eletrônico são sempre auxiliados por fortes esforços de marketing. O marketing de comércio eletrônico ajuda a atrair e converter clientes, como vendas cruzadas e gerar vendas repetidas.
 
Devido ao volume de clientes que as empresas devem alcançar fazer tarefas de marketing, como o envio de boletins informativos e o acompanhamento de carrinhos abandonados, pode ser um processo tedioso. A automação de marketing pode ser usada para agilizar essas tarefas. Os serviços de automação podem ser configurados para enviar ofertas ou boletins informativos personalizados via e-mail ou como notificações para impulsionar no celular. Estes podem até ser enviados a um ótimo momento com base no comportamento passado de um usuário para que as mensagens atinjam o topo de suas caixas de entrada. Além disso, o tempo efetivo pode levar ao aumento dos tempos de resposta de e-mail. Os lembretes também podem ser ativados se os clientes deixarem itens nos carros de compras online.

  1. Análise avançada

Dias em que a análise significava simplesmente acompanha as visitas diárias de um site e quanto tempo durava cada visita. Para o comércio eletrônico, a análise avançada oferece meios para rastrear com precisão a jornada de cada cliente. Os rastreadores agora podem determinar fontes de tráfego e coletar dados em cada clique feito na loja. Esses dados podem ser compilados e analisados ​​para gerar informações sobre o comportamento do cliente e o desempenho do produto e do site.
 
As ferramentas de análise podem ser configuradas para sincronizar dados de várias fontes e ativar ações como notificações. Estes podem até ser integrados com serviços automatizados de marketing como parte das campanhas baseadas em regras. O Google Analytics também pode ser usado para acompanhar o desempenho da equipe interna para ver a rapidez com que os pedidos são cumpridos. Decisões e mudanças atentadas podem então ser feitas enquanto são guiadas por evidências sólidas. Os clientes, especialmente os leais, poderiam dizer se as melhorias estão sendo feitas para melhorar sua experiência.
 

  1. Personalização

Os clientes adoram ser elogiados e uma maneira de fazer isso é oferecendo uma experiência personalizada. Entre as formas simples de implementar a personalização, como mudar automaticamente as configurações de idioma e moeda baseadas em dados de localização geográfica e o lançamento de notificações lembrando os clientes dos itens que viram na página.
Os dados do cliente podem ser utilizados para melhorar sua experiência. Desenvolvimentos em aprendizagem estão anunciando hiper-personalização em comércio eletrônico. Nós já vemos isso quando os aplicativos da loja exibiriam uma seleção direta de produtos com base em itens vistos recentemente. Trinta e cinco por cento das vendas da Amazon provêm dessas recomendações. A combinação de análises e aprendizado permite mensagens e ações direcionadas com base na informação do histórico de cliente. Em breve, o aprendizado de máquinas pode até mesmo antecipar e prever compras com base em histórias de compras, tendências e estações.
 

  1. Comunicação direta com o cliente

Bate-papos são um desenvolvimento emocionante no comércio eletrônico. Os aplicativos de mensagens agora estão sendo usadas para no comércio eletrônico. Um exemplo é a integração da Uber com o Facebook Messenger, que permitiu aos usuários registrar passeios dentro da janela de bate-papo. Os dispositivos domésticos ativados por voz como o Amazon Echo podem ser usados ​​para verificar os saldos da conta do usuário e até mesmo pedir uma pizza.
 
Os desenvolvimentos futuros permitirá aos usuários navegar e comparar produtos e até mesmo colocar ordens diretamente no aplicativo de bate-papo. O Facebook está investindo fortemente em sua plataforma de desenvolvedores do Messenger para permitir mais parcerias e integrações. A Subway lançou recentemente o seu Messenger para permitir pedidos em sanduíche e a Wells Fargo procura seguir o Capital One ao permitir que os clientes acessem a informação da conta através do Messenger.

  1. Suporte ao cliente 2.0

Os canais digitais eliminam grande parte do elemento humano de fazer negócios, por isso é importante colocar sistemas que permitam aos comerciantes se conectarem aos clientes. O atendimento ao cliente geralmente veio na forma de widgets de bate-papo e sistemas de e-mail e mensagens que permitem aos clientes interagir com agentes ao vivo.
O problema com isso é que às vezes pode demorar um pouco, especialmente se a equipe de suporte estiver encontrando um grande volume de transações. No entanto, ser muito agressivo ao bombardear usuários com mensagens pode fazer com que você perca eles. Uma maneira de superar o suporte ao cliente é planejar cuidadosamente os pontos em que essas mensagens surgiram. Plataformas como o Giosg podem ser configuradas para permitir que o bate-papo ao vivo apareça apenas enquanto um cliente abandona o carrinho. Isso permite que um agente ao vivo aborde as necessidades que os compradores podem ter para fechar a venda.
 

  1. Proteção contra fraude

Uma preocupação crescente entre os comerciantes é a fraude. Criminosos costumam se concentrar nos serviços de comércio eletrônico para “lavar” o dinheiro usando os detalhes do cartão de crédito roubado para comprar bens físicos e digitais. Devido ao sistema de estorno, os proprietários reais do cartão de crédito ganham um nível de proteção. Infelizmente, é o comerciante que tem que lidar com a perda.
 
A implementação de proteção contra fraudes vem ganhando força. Mas, para alguns, a verificação de pedidos foi um processo manual. Há momentos em que as transações legítimas são sinalizadas ou negadas. Embora isso possa ser simplesmente uma jogada prudente por parte do comerciante, estes podem resultar em clientes perdidos. O aproveitamento dos serviços de proteção contra fraudes pode ajudar a automatizar esse processo e usar seus algoritmos avançados, filtrar compras fraudulentas, garantindo que as compras reais sejam cumpridas.
 
Fornecer experiência superior ao cliente
Tudo considerado, o que tudo isso resume é proporcionar uma experiência superior ao cliente. As empresas de comércio eletrônico devem entender que a indústria tornou-se mais competitiva. Essas novas tecnologias podem ser um fabricante de diferenças, mas apenas se usadas estrategicamente. Há pouco aspecto em empacotar todos esses recursos se eles não estiverem configurados para trabalhar para tornar toda a experiência única, suave e sem complicações para os clientes.

Deixe um comentário