como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google
Marketing Digital SEO - Otimização de Sites

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

Checklist SEO: como criar conteúdos para serem encontrados pelo Google

1. Defina as palavras-chave

As palavras-chave são o coração da estratégia de SEO. São elas que mostraram aos buscadores quais as páginas mais relevantes para sua busca.

Use ferramentas para escolher uma ou duas principais palavras e trabalhe com sinônimos no texto para que não fiquem repetitivas.

Dê preferência a palavras de cauda longa, as palavras ou pequenas frases específicas, que têm concorrência menor e atraem um público mais qualificado.

Em vez de “Comida japonesa”, por exemplo, use “restaurante de comida japonesa em são paulo”.

2. Escreva títulos otimizados

Os títulos serão a title tag de seu site, que são os textos que aparecem como link nos resultados de busca e também as headlines (as tags h1, h2 e assim por diante).

Estas são as meta tags mais importantes em seu HTML em termos de otimização, pois são prioritárias para os buscadores. Por esse motivo, os títulos precisam conter palavras-chave e ser atraentes para os usuários.

Ao mesmo tempo em que ajudarão no ranqueamento, eles devem chamar a atenção dos leitores para que, acessem a página.

3. Crie conteúdo original

Um conteúdo original deve ser relevante e atualizado, essa é a melhor estratégia para um bom posicionamento nos sites de busca.

Se quiser reproduzir materiais de outras fontes, procure fazê-lo ocasionalmente, para não ser penalizado pelo Google.

Para os casos de conteúdo duplicado, existem alguns cuidados, como o uso da canonical tag, uma tag que informa ao Google qual é o conteúdo original, evitando a penalização.

A canonical tag deve ficar na sessão do HTML, com o link do site onde o material foi postado originalmente .

4. Fique atento à escaneabilidade e à usabilidade

Toda página deve ser fácil de visualizar e de usar. Para melhorar a escaneabilidade, use parágrafos, títulos e sub-títulos, além do negrito ou itálico quando considerar que facilitarão a leitura.

Use também imagens para tornar o texto mais atraente. Para melhorar a usabilidade, são necessários ajustes técnicos, como aumentar a velocidade de carregamento das páginas, garantir que seus menus e links sejam fáceis de entender e usar e que a navegação seja intuitiva.

5. Otimize URL e meta tags

No caso da description, que aparece abaixo do link nas buscas, e da alt text, que descreve as imagens no site para que possam ser lidas pelo Google.

Essas duas decrições precisam ter palavras-chave estratégicas, de forma natural. A paralavra-chave deve aparecer na URL também. Ela deve ser curta, fácil de memorizar, isso é essêncial.

6. Use links internos e externos

Os links internos (links no conteúdo que possibilita que o usuário acesse outra página do seu site) aumentam a permanência dos usuários em seu site.

Já links externos (links de outros sites no conteúdo) que a aumentam o valor do site para o Google.

Quanto maior a qualidade das páginas para as quais seu site aponta, melhor ele será visto pelo buscador. Ambos devem estar presentes sempre que necessário.

identidade visual de apresentação
Marketing Digital

5 Dicas para criar uma identidade visual de apresentação alinhada à da sua empresa

identidade visual de apresentação

5 Dicas para criar uma identidade visual de apresentação alinhada à da sua empresa

1. Paleta de cores

Para de definir as cores da apresentação da sua empresa, veja se elas estão de acordo com a sua marca. Confira também se o público se identifica com esses tons.

Você não deve fazer uma apresentação com tons vermelhos para um banco cujo principal concorrente utiliza essa mesma paleta, por exemplo. Escolha as cores de forma estratégica para chamar a atenção para certas informações.

Você pode priorizar cores semelhantes que tenham distinções bem sutis nos tons para construindo um visual mais homogêneo, ou usar cores que se complementam, que geram maior contraste e impacto visual.

2. Fontes

Deve ter em foco sempre a “legibilidade”. Se é fácil ou não para ler o conteúdo dos slides. Dê preferência a uma fonte tamanho 18, pelo menos, para textos corridos.

Isso também evita lotar a apresentação com textos desnecessários, que deixariam o slide muito poluído.

Outra dica muito importante: procure usar sempre “fontes de sistema”, as fontes-padrão que acompanham o sistema operacional do Windows, como Arial.

Se você usar uma fonte baixada da internet e inserir seu arquivo em um computador em que essa fonte não esteja disponível, o sistema automaticamente a substituirá por outras fontes. E toda aquela formatação será perdida.

3. Linhas

As linhas podem ser utilizadas para organizar o conteúdo, delimitar espaços e interferir no tom, o que ajuda a passar a sensação de organização para a audiência.

Quando duas ou mais linhas se encontram, é possível observar ângulos agudos e pontas, o que remete a tecnologia e formalidade.

Linhas curvas e suaves expressam mais leveza, sensibilidade, enquanto as linhas verticais sequenciais revelam organização e rigidez.

4. Elementos gráficos

Muitos objetos compõem as mensagens visuais dos slides, como fotos, ícones, desenhos e formas.

Quando você utiliza fotos deve levar em consideração que, quando uma imagem chega aos olhos de uma pessoa, ela automaticamente evoca lembranças e sensações que podem ser positivas ou negativas. Então, priorize ilustrações mais propícias a criar conexões positivas com a audiência.

As imagens ajudam o público a compreender e memorizar a mensagem, principalmente quando a apresentação é curta. Os ícones são imagens simplificadas e universais, eles podem ser uma ótima alternativa para ilustrações.

No caso das formas, sua função é, basicamente, delimitar espaços e destacar objetos e informações. Círculos, quadrados, triângulos e retângulos podem ser usados para tornar o design mais atraente.

Conte com eles também para organizar ou separar elementos, destacar uma ideia ou direcionar o olhar da audiência para determinada direção.

5. Fundo de slides

O fundo dos slides nunca deve ser visto como o elemento principal. Quanto mais neutros forem os fundos, mais fácil será trabalhar o visual da sua apresentação.

Uma boa opção é recorrer a telas homogêneas em relação à coloração. Evite o uso de templates. Essa ferramenta pode se tornar um importante limitador de criatividade.

Alguns são tão chamativos que tumultuam o visual da apresentação e roubam a cena das mensagens principais. O ideal é, se possível, criar cada slide do zero.

Uber planeja comprar startup de patinetes elétricos
Curiosidades Marketing Digital

Uber planeja comprar startup de patinetes elétricos, diz site

Uber planeja comprar startup de patinetes elétricos

Uber planeja comprar startup de patinetes elétricos

O aplicativo de Uber está negociando a compra da startup de patinetes elétricos Bird, segundo o site The Information informou, neste final de semana.

A reportagem ainda informou que, além da patinetes elétricos Bird, o Uber também está mantendo negociações com a Lime, que também é empresa de patinetes.

Segundo o site, o Uber pretende fechar a aquisição, com alguma das duas startups, até o final do ano. O acordo se concretizando, o Uber estará estará na frente dentro do mercado de compartilhamento de patinetes elétricos.

Esse interesse do Uber em patinetes não é novo. Segundo informações de que o Uber está desenvolvendo um projeto de um patinete elétrico totalmente produzido pela empresa. Lembrando que o Uber já tem investimentos na Lime.

O Uber tem a visão de ser um aplicativo que atenderá diversas demandas de transportes. Em uma entrevista para o site The Verge, em maio deste ano, Dara Khosrowshahi, presidente executivo do Uber, disse que o futuro da empresa não será apenas de carros, porque eles sozinhos não atenderão à demanda de transporte das cidades.

O executivo enxerga que a solução é ter uma rede de transportes abrangente, que ofereça bicicletas, ônibus e carros. Dentro dos planos, também está o carro voador, o UberAir.

funções úteis do Apple Watch
Marketing Digital

Muito além do relógio: descubra funções bastante úteis do Apple Watch

funções úteis do Apple Watch

Muito além do relógio: descubra funções bastante úteis do Apple Watch

Conferindo as horas

Quem usa o Apple Watch Series 2 consegue checar que horas são de um jeito bastante discreto. O aparelho revela o horário na tela apenas dando uma leve rodadinha para cima na Coroa Digital, Para realizar essa função é preciso habilitar essa configuração na opção “Despertar” dentro de “Geral”, que fica no app do smartwatch disponível para iPhone.

Relógio customizado

É possível modificar a maneira como o aparelho exibe o relógio por meio das configurações, mas o jeito mais descomplicado de fazer isso é baixando o app do Apple Watch em seu iPhone. Em uma tela maior, a escolha de uma nova “face” será muito mais rápida.

Chega de prints acidentais

Algumas pessoas que usam o Apple Watch acabam tirando prints acidentalmente de suas telas com um simples movimento de seus pulsos. Esse recurso é ativado quando o botão lateral é pressionado simultaneamente com a Coroa Digital, mas se preferirem essa função pode ser desativada por meio do app do smartwatch para iPhone, em “Geral” e desabilitando a chave “Ativar Capturas de Tela”.

Rastreador de iPhone

A Apple oferece a função de apertar um botão em seu smartwatch que informa onde está o objeto desaparecido, ideal para quando o usuário não sabe onde deixou o iPhone. Para isso, basta deslizar o dedo na tela para cima. Quando aparecer a Central de Controle, é só clicar no ícone do “ping” para iPhone. O smartphone emitirá um alerta sonoro mesmo se estiver no modo silencioso. O recurso também faz com que uma luz seja acesa no iPhone, ajudando a vida de quem estiver no escuro, ou das pessoas que têm algum tipo de deficiência auditiva.

A cada mergulho, uma limpeza

Para os usuários do Apple Watch Series 2: apesar de o aparelho ser resistente a água, é preciso dar uma limpadinha no speaker depois de molhar o aparelho. Para isso, basta abrir a Central de Controle e pressionar o ícone representado por uma gota d’água. Isso garante que o dispositivo estará funcionando com a tela bloqueada durante o mergulho.

Alô, polícia

Outra novidade que chegou com o watchOS 3 foi o SOS. Esse recurso permite telefonar para o serviço local de emergência com apenas um toque, e a função pode ser configurada utilizando o app do Apple Watch para iPhone.

eye tracking
Marketing Digital

Você sabe o que é Eye tracking?

eye tracking

Você sabe o que é Eye tracking?

Eye tracking é uma nova metodologia que permite ao profissional de pesquisa acompanhar o olhar do usuário sobre uma interface ou objeto.

Esse registro é feito através de um dispositivo que mapeia os movimentos dos olhos, que pode ficar na cabeça do usuário ou na tela.

O eye tracking tem inúmeras aplicações, como psicologia e design. A utilização do eye tracking pode ser utilizada na etapa de validação de uma das pesquisas anteriores.

Mostra o que o usuário olha primeiro e como ele percorre as informações na página. Dessa forma, pode-se entender se a disposição proposta está de acordo com o que os usuários costumam buscar ou ler.

Os dados como o caminho do olhar em uma tela, é o que é visto primeiro e onde o olho se detém podem trazer insights importantes para a análise de usabilidade.

Em um teste de uso convencional é possível obter informações bem parecidas às originadas pelo eye tracker, através da observação do moderador, das perguntas realizadas na hora certa e de maneira adequada, e pelos mapas de calor, que são os caminho do mouse na interface.

 

Seu site preparado para geração mobile
E-commerce Marketing Digital

Seu site está preparado para a geração móvel?

Seu site preparado para geração mobile

Seu site está preparado para a geração móvel?

O acesso aos sites pelo smartphone adquire cada vez mais presença na nossa rotina das pessoas. Por isso, os sites devem estar preparados para que os usuários possam ter uma experiência satisfatória ao acessa-los.

Para muitas empresas não há preocupação nem planejamento com essa prática, e acabam perdendo acessos e oportunidades, por esse motivo.

Essas são algumas informações sobre desenvolvimento de sites disponíveis no site GoMo Brasil, iniciativa da Google para ajudar as empresas a entrarem no mundo móvel:

– Sites mobiles que possuem uma má qualidade não serão recomendados por 57% dos usuários;

– A fuga para a concorrência devido a uma má experiência com o acesso ao mobile é de 71%;

– A velocidade de carregamento do site é muito importante: 71 % dos usuários querem que o site em mobile carregue na mesma velocidade que se tivessem acessado eles via desktop;

– 22% dos visitantes sequer tentam carregar um site pela segunda vez.

O abandono do site mobile após a busca é 10% maior do que em um site normal. Ainda sobre a importância de um site estar preparado para o mobile, o GoMo Brasil cita o seguinte case:

“Sem uma experiência otimizada para dispositivos móveis, eles notaram baixas taxas de conversão e de receita por visita. Ao precisar oferecer uma experiência de compra ideal em celulares a tempo da temporada das festas de fim de ano do quarto trimestre, em apenas quatro meses, a Beyond the Rack criou uma estratégia para celular que os permitiu mostrar todo o inventário e fornecer uma experiência de check-out. Hoje, as vendas em celulares somam até 44% do total de vendas.”

 

principais tipos de pesquisa de mercado
Marketing Digital Pesquisa de Mercado

Os 3 principais tipos de pesquisa de mercado

principais tipos de pesquisa de mercado

Principais tipos de pesquisa de mercado

Tudo sobre pesquisa de mercado Nos dias de hoje, conhecer seu público-alvo e compreender as suas necessidades é muito importante, mas são desafios comuns a todas as empresas.

Atualmente, existem 3 tipos de pesquisa de mercado, cada um deles focado em um determinado objetivo.

Os 3 principais tipos de pesquisa de mercado:

1- Pesquisa exploratória

No início de um projeto é importante ter informações básicas que vão dar uma direção dos próximos passos. A Pesquisa exploratória funciona como a primeira etapa de um estudo e têm como principal objetivo oferecer ideias que podem ser trabalhadas.

Esse tipo de pesquisa costuma não ter uma limitação sobre o que se quer descobrir. Os questionários, são mais flexíveis e sua formulação deve ser feita por um profissional responsável pela pesquisa.

Não espere conclusões estatísticas de uma pesquisa exploratória. Como já falamos, ela funciona como preparação do terreno para descobertas mais sólidas nas próximas pesquisas.

2- Pesquisa descritiva

A pesquisa parte de uma situação em que já existem insights e informações, mas isso não está consolidado. A pesquisa descritiva deve validar hipóteses e encontrar possíveis falhas no planejamento desenvolvido.

As pesquisas desse tipo costumam funcionar bem quando a análise é segmentada. Algumas das categorias historicamente eficazes são: classe social, idade, região e gênero.

A pesquisa descritiva também testa ideias levantadas em uma etapa anterior. Ela costuma tem um caráter qualitativo na análise, mas é uma abordagem fundamentalmente quantitativa.

3- Pesquisa causal

A pesquisa causal determina relações de causa e efeito. Se baseando nas descobertas das pesquisas exploratórias e descritivas, a empresa passa a fazer testes de validação. Algumas variáveis são aplicadas com o objetivo de validar ou desmentir insights obtidos em pesquisas anteriores.

Duas aplicações muito comuns da pesquisa causal são seu emprego para determinar a adequação do uso de verbas de marketing e fazer testes de campanha, para verificar a efetividade de seus resultados e fazer algo se necessário.

Como saber por qual optar na hora de realizar uma pesquisa?

Uma empresa precisa monitorar e se adaptar com uma certa frequência às mudanças do mercado e do comportamento do seu consumidor.

Sendo assim, o segredo está em saber combinar pesquisa de marketing e pesquisa de mercado, trazendo essas práticas para dentro da cultura da empresa e transformar todo o processo de tomada de decisões.

 

LG entrar na corrida pelo smartphone dobrável
Marketing Digital

LG entrar na corrida pelo smartphone dobrável

LG entrar na corrida pelo smartphone dobrável

LG entrar na corrida pelo smartphone dobrável

Algumas empresas especializadas em celulares estão trabalhando duro para desenvolver um smartphone dobrável.

Algumas dessas empresas são: a Samsung, a Huawei e a Oppo. E agora, com a descoberta de registros de patentes da LG, a empresa não vai ficar para trás.

Nos documentos da holandesa Let’s Go Digital, aparece um design diferente do que vem sendo mostrado por outras marcas.

O smartphone cuja tela dobrável repousa em torno do corpo do aparelho e pode ser desdobrada para ampliar o campo do visor.

Com a tela fechada, o dispositivo fica com o tamanho dos comuns que usamos hoje e a extensão do visor fica na parte de trás, desligada. Mas, como é um produto novo, ainda não estão certas as funcionalidades que esses novos smartphones dobráveis terão.

Os aparelhos com tela dobrável começarão a chegar nas mãos dos consumidores a partir de 2019 e para surpreender esses consumidores as empresas terão que criar funções interessantes e úteis para eles.

 

youtube premium oferece descontos para estudantes
Marketing Digital Mídias Sociais

YouTube Premium começará a oferecer descontos para estudantes americanos

youtube premium oferece descontos para estudantes

YouTube Premium começará a oferecer descontos para estudantes americanos

O YouTube começará a oferecer aos estudantes dos EUA preços mais acessíveis em seu programa de assinatura, o YouTube Premium.

Essa novidade garante 41% de desconto no Premium para quem comprovar vínculo estudantil com uma instituição de ensino.

Utilizando esse desconto o preço do YouTube Premium, que inclui o Music mais acesso a conteúdo original do YouTube e vídeos sem publicidade, cai para US$ 6,99.

E para os estudantes que confirmarem a assinatura até o dia 31 de Janeiro de 2019 pagarão apenas US$ 5,99 durante quatro anos consecutivos.

Com a medida, o YouTube segue os mesmos passos de rivais como Spotify e Essa iniciativa é interessante, pois possibilita o acesso aos serviços de música e vídeo para um grupo de pessoas que talvez não tenha condições de paga o valor integral da plataforma.

Segundo a imprensa do YouTube Brasil ainda não há previsão de quando eles irão disponibilizar esse desconto para os estudantes brasileiros.

 

linkedin impede que email caia em spam
Marketing Digital Mídias Sociais

Mudanças no Linkedin impede que seu email caia em listas de spam

linkedin impede que email caia em spam

Mudanças no LinkedIn impede que seu email caia em listas de spam

A rede social que tem foco no mundo corporativo, está fazendo algumas mudanças muito importantes na plataforma de perfis.

Uma dessas mudanças é muito bem aceita, pois protege a privacidade de usuários e impede que seus endereços de emails vão parar em listas de spam.

Com essa mudança você vai poder definir nas configurações se você permite que seu email seja exportado para listas de outros usuários.

Todos que usam a rede social sabe que é possível exportar os dados dos seus contatos com seus endereços de email. Mas, isso está virando um problema porque esse tipo de informação é muito buscada por pessoas com a intenção de veicular todo tipo de propaganda, seja ela verdadeira ou falsa.